Vale aprova prorrogações antecipadas de concessões ferroviárias

123

São Paulo – O conselho de administração da Vale aprovou os termos aditivos para a prorrogação do prazo dos contratos de concessões ferroviárias da Estrada de Ferro Carajás e Estrada de Ferro Vitória a Minas por 30 anos, a partir do vencimento dos contratos vigentes em 2027.

Nos próximos dias serão assinados os termos aditivos, onde a Vale assumirá compromissos totais estimados em R$ 24,7 bilhões a serem executados até 2057, sendo R$ 11,8 bilhões para pagamento de outorga, R$ 9,0 bilhões com contrapartidas FICO e FIOL e R$ 3,9 bilhões com demais compromissos, dentre eles a ampliação do serviço de trem de passageiros e obras para a redução de conflitos urbanos.

Os termos aditivos formalizam as condições negociada com o Ministério de Infraestrutura (MINFRA) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e contemplam compromissos assumidos pela Vale, dentre eles, pagamento de outorgas de R$ 11,8 bilhões, ou o equivalente a R$ 79 milhões por trimestre entre 2021 e 2057.