Reino Unido assina oficialmente com Japão primeiro acordo pós-Brexit

305
O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson / Foto: Andrew Parsons / No 10 Downing Street

São Paulo – O Reino Unido assinou oficialmente com o Japão o primeiro acordo de livre-comércio pós Brexit, após um entendimento em princípio ter sido alcançado em setembro, o que deve impulsionar o comércio entre os dois países em mais de 15 bilhões de libras.

O pacto foi assinado pela secretária de Comércio Internacional britânica, Liz Truss, e pelo ministro das Relações Exteriores do Japão, Motegi Toshimitsu, em Tóquio.

“Hoje é um momento marcante para o Reino Unido. Mostra o que podemos fazer como nação comercial independente, na medida em que garantimos disposições modernas e personalizadas em áreas como tecnologia e serviços que são críticas para o futuro do nosso país e em remodelar nossa economia”, disse Truss.

Segundo o governo britânico, em comunicado, trata-se de “um acordo em formato britânico que vai além do acordo existente da União Europeia (UE)”.

O pacto reúne duas das nações mais tecnologicamente avançadas do mundo, trará “benefícios econômicos de longo prazo que são cruciais para reconstruir melhor a partir da covid-19, remodelando a economia do Reino Unido para que fique adequada para o futuro”.

O acordo também inclui um compromisso do Japão em apoiar a adesão do Reino Unido à Parceria Transpacífica (TPP, na sigla em inglês), uma das maiores áreas de livre comércio do mundo. “Isso vai ajudar a fortalecer os laços comerciais entre o Reino Unido e onze países do Pacífico e definir novos padrões para o comércio global”.

No acordo em princípio assinado em setembro, o Reino Unido disse que suas empresas se beneficiarão do livre-comércio de tarifas em 99% das exportações para o Japão, incluindo fabricantes, produtores de alimentos e bebidas e o setor de tecnologia.