Moderna fornecerá 20 mi de doses de vacina contra covid-19 nos EUA este ano

167
Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – A Moderna planeja fornecer cerca de 20 milhões de doses de sua vacina contra o novo coronavírus nos Estados Unidos até o final deste ano e entre 85 milhões e 100 milhões de doses no primeiro trimestre do ano que vem.

Fora dos Estados Unidos, a empresa espera ter entre 15 milhões e 25 milhões de doses disponíveis nos três primeiros meses de 2021. “Essas doses esperadas para o primeiro trimestre estão entre 500 milhões e até 1 bilhão de doses que a empresa espera fabricar globalmente em 2021”, diz a Moderna, em comunicado.

A empresa já solicitou autorização de uso de emergência à Food and Drug Administration (FDA, equivalente a Anvisa no Brasil) e à Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês), após análises finais de dados mostrarem taxa de eficácia 94,1%.

O estudo de fase 3 da vacina, com mais de 30 mil pessoas nos Estados Unidos, mostrou que 196 participantes contraíram covid-19. Deste total, 185 haviam recebido placebo e 11 receberam a vacina. As reações adversas incluíram dor no local da injeção e dores de cabeça, entre outras.

A vacina da Moderna requer duas doses por pessoa, com quatro semanas entre elas. A vacina é baseada em uma técnica de RNA mensageiro (mRNA), a mesma utilizada pela norte-americana Pfizer e pela alemã BioNTech. As duas empresas já obtiveram autorização no Reino Unido para uso de sua vacina, que tem taxa de eficácia de 95%.