EUA revogam uso de cloroquina e hidroxicloroquina para covid-19

222
Pílulas de medicamentos
Foto: Marcos Santes/USP Imagens

São Paulo – A Food and Drug Administration (FDA, o equivalente a Anvisa no Brasil) revogou sua autorização de uso emergencial para cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento de covid-19 por considerar que os testes não comprovaram a eficácia no tratamento da doença e que os benefícios não compensam os ricos potenciais do uso.

No final de março, a FDA emitiu uma autorização para que os medicamentos fossem usados durante a pandemia do novo coronavírus. Porém, em 24 de abril, divulgou uma declaração cautelosa sobre o medicamento após ser notificada de problemas cardíacos em pacientes com o novo coronavírus.

Na ocasião, a agência enfatizou que os medicamentos não haviam se mostrados seguros e eficazes contra a covid-19 e que estavam sendo estudados em ensaios clínicos.

Tanto a cloroquina como a hidroxicloroquina, usados tradicionalmente para malária e lúpus, foram amplamente recomendados pelo presidente norte-americano, Donald Trump, que disse ter tomado a hidroxicloroquina como de forma preventiva para a covid-19.

Recentemente, o governo norte-americano enviou 2 milhões de doses de hidroxicloroquina ao Brasil no que classificou de demonstração de solidariedade.