Ações da Cielo saltam mais de 9% após dados mais fortes no 4T20

Divulgação: Logo da Cielo

São Paulo – As ações da Cielo têm forte alta nesta manhã, registrando a maior valorização do Ibovespa, depois que a empresa divulgou números mais fortes do que o esperado pelo mercado no quarto trimestre de 2020. Às 11h40 (horário de Brasília), os papéis (CIEL3) subiam 9,26%, a R$ 4,01.

Para os analistas do BTG Pactual, depois de um ano difícil, os preços de custos e as despesas administrativas de vendas gerais foram as razões para uma melhora no fim do ano, além de as expectativas serem mais positivas.

“Números melhores do que o esperado no segundo semestre de 2020, um acordo para entrar em operação com o WhatsApp Pay esperado em breve, uma economia melhor e uma possível solução para o imbróglio com suas controladoras deve significar dias mais brilhantes para Cielo em 2021”, disseram, em relatório.

Depois dos dados do quarto trimestre, o banco avalia rever para cima previsões para a companhia, lembrando que a expectativa é que o setor de pagamentos cresça de 18% a 20% este ano.

Os analistas ainda reiteraram que há notícias de que o Banco do Brasil poderia sair da Cielo, vendendo sua fatia para o Bradesco. A avaliação é que uma resolução é crucial para a empresa, mas estruturalmente ainda permanecem cautelosos em relação à Cielo devido a sua atual estrutura de acionistas. Por isso, a recomendação “neutral” (equivalente à manutenção) foi mantida.