Zuckerberg diz que bloqueou contas de Trump indefinidamente

158
O presidente norte-americano, Donald Trump. Foto: Divulgação/ Casa Branca

São Paulo – O Facebook estendeu o bloqueio às contas do presidente norte-americano, Donald Trump, a plataformas e no Instagram indefinidamente, disse o executivo chefe da empresa, Mark Zuckerberg.

Em uma publicação no Facebook, Zuckerberg disse ainda que a proibição a Trump permanecerá em vigor “por pelo menos as próximas duas semanas até que a transição pacífica de poder seja concluída”.

“Os eventos chocantes das últimas 24 horas demonstram claramente que o presidente Donald Trump pretende usar seu tempo restante no cargo para minar a transição pacífica e legal do poder para seu sucessor eleito, Joe Biden”, escreveu Zuckerberg.

Ontem, o Facebook informou que iria congelar o acesso de Trump aos seus serviços por um período de 24 horas, após a invasão do Capitólio por manifestantes pró-Trump instigados pelo presidente norte-americano.

“Sua decisão de usar sua plataforma para tolerar, em vez de condenar, as ações de seus apoiadores no prédio do Capitólio, com razão perturbou as pessoas nos Estados Unidos e em todo o mundo. Removemos essas declarações ontem porque julgamos que seu efeito – e provavelmente sua intenção – seria provocar mais violência ”, acrescentou.

O Twitter congelou a conta de Trump por um período de 12 horas e avisou que @realDonaldTrump será banido se o presidente violar suas políticas novamente. O Snapchat também bloqueou a conta de Trump indefinidamente.