UE propõe compra de mais 300 milhões de doses de vacina da Pfizer

188
Foto: Pfizer

São Paulo – A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE), propôs aos Estados membros do bloco a compra de 200 milhões de doses adicionais da vacina contra covid-19 produzida pela BioNTech e Pfizer, com opção de aquisição de mais 100 milhões de doses.

“Isto permitiria à UE adquirir até 600 milhões de doses desta vacina, que já está sendo utilizada em toda a UE”, segundo a Comissão, em comunicado divulgado ontem. As doses adicionais serão entregues a partir do segundo trimestre de 2021.

A UE adquiriu um amplo portfólio de vacinas com diferentes tecnologias, que garantiu até 2,3 bilhões de doses das vacinas candidatas mais promissoras não apenas para cobrir as necessidades de toda a população da Europa, mas também para fornecer para os países vizinhos, segundo a Comissão.

Além da vacina BioNTech-Pfizer, uma segunda vacina, produzida pela Moderna, foi autorizada em 6 de janeiro de 2021. Outras vacinas deverão ser aprovadas em breve, de acordo com o comunicado.

A UE também já assinou contrato com a AstraZeneca, Sanofi-GSK, Johnson & Johnson, e CureVac.