UE e Reino Unido terão atritos comerciais pós-Brexit, diz Barnier

213
Brexit Barnier
O negociador da União Europeia (UE) para o Brexit, Michel Barnier. Foto: Divulgação/ Serviço de Audiovisual da UE

São Paulo – As negociações comerciais entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido serão desafiadoras no pós-Brexit, e haverá atritos, disse o negociador-chefe da UE para o Brexit, Michel Barnier, acrescentando que Londres subestimou as consequências de deixar o bloco.

“Negociar a futura parceria ente a UE e Reino Unido é um grande desafio. O relógio está correndo. Onze meses é um tempo extremamente curto”, disse. “O primeiro-ministro [britânico, Boris] Johnson disse que não vai estender este período”, afirmou.

O Reino Unido vai deixar a UE na próxima sexta-feira, dia 31 de janeiro, e terá até dezembro deste ano, quando termina o período de transição, para negociar um acordo comercial com o bloco.

“Isso significa que o Reino Unido vai deixar o mercado único e a união aduaneira no final deste ano. No Reino Unido, parece que muitos ainda acreditam que podem deixar as instituições da UE, deixar o maior bloco comercial do mundo, sair de regulações que ajudou a criar, sem passar por efeitos negativos”, disse.

Segundo ele, o Brexit terá consequências, e “muitas dessas consequências foram subestimadas pelo lado do Reino Unido”. “Agora temos que enfrentar a realidade e sermos realistas. Não há possibilidade um comércio sem atritos entre a UE e o Reino Unido depois do Brexit”, afirmou.