Trump volta a afirmar que venceu a eleição em discurso não programado

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente norte-americano, Donald Trump, voltou a insistir que saiu vencedor da eleição de 3 de novembro em um longo discurso feito na noite de ontem e que não estava na programação oficial da Casa Branca.

“Se estivermos certos sobre a fraude, Joe Biden não pode ser presidente”, disse ele em um vídeo gravado de 46 minutos, repetindo uma série de declarações que sua campanha não conseguiu comprovar na justiça.

Classificando o discurso como o mais importante até agora, Trump afirmou que está preparado para aceitar qualquer resultado eleitoral preciso. “Esta eleição foi fraudada. Todo mundo sabe disso”, disse ele. “Não me importo em perder uma eleição, mas quero perder uma eleição justa. O que não quero é que seja roubado do povo norte-americano. É por isso que estamos lutando”, acrescentou.

Assessores de Trump dizem que ele não deve reconhecer que perdeu a eleição para Biden e indicam que ele considera outro mandato em 2024.

Quatro dias após a eleição presidencial, a imprensa norte-americana – que tradicionalmente faz a contagem de votos nos Estados Unidos – declarou Biden como vencedor. Segundo a Associated Press, Biden obteve 306 votos eleitorais e Trump, 232. Para vencer o pleito são necessários 270 votos eleitorais.

“Não se trata apenas da minha campanha, embora tenha muito a ver com quem será seu próximo presidente”, afirmou Trump. “Trata-se de restaurar a fé e a confiança nas eleições norte-americanas”, acrescentou ele, indicando que estava representando 74 milhões de pessoas que votaram nele.