Senado absolve Trump das duas acusações em processo de impeachment

670

Por Carolina Gama

São Paulo – O Senado dos Estados Unidos, controlado pelos republicanos, absolveu o presidente norte-americano, Donald Trump, de acusações decorrentes de seus esforços para pressionar a Ucrânia a anunciar investigações que o beneficiariam nas eleições deste ano.

No primeiro artigo de impeachment, abuso de poder, todos os 47 democratas e um republicano votaram na condenação de Trump, abaixo dos 67 votos necessários para remover o presidente do cargo.

No segundo artigo de impeachment, obstrução do Congresso, todos os democratas consideraram Trump culpado, mas nenhum republicano endossou a acusação. O placar foi de 52 a 48.

Este foi o terceiro julgamento de impeachment de um presidente nos Estados Unidos e surgiu de uma ligação telefônica em 25 de julho, na qual Trump pediu ao presidente da Ucrânia que investigasse seu rival político, o ex-presidente norte-americano, Joe Biden, e seu filho Hunter ou, do contrário, não receberia ajuda financeira de Washington.

Durante todo o processo, Trump disse que não fez nada de errado em relação à Ucrânia. A ajuda foi liberada depois de protestos bipartidários de parlamentares.