Projetos de reforma tributária serão votados no 2º semestre, diz Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur LIra (PP-AL). (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

São Paulo – As negociações para o andamento da reforma tributaria continuam e no segundo semestre a expectativa é de que sejam votadas os projetos de lei referentes ao imposto de renda e à unificação dos impostos federais, afirmou o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

“A percepção é de que as coisas pararam. Quando o assunto fica silencioso, apenas estamos trabalhando muito nos bastidores”, disse ele durante um evento promovido pela Esfera Brasil. “Se conseguirmos, agora entre agosto e setembro, encaminharemos os dois projetos de lei da reforma tributária e a reforma administrativa”, afirmou. “Vamos levar isso ainda no segundo semestre.”

Ele afirmou que poderia aprovar os projetos sobre a reforma tributária no primeiro semestre, mas decidiu manter as discussões a respeito do assunto para os projetoes serem melhorados.

“Aprovaríamos a reforma tributária no final do semestre com facilidade. E matéria de votação simples, mas optamos por deixá-la ao sol. Talvez tenha sido um erro, mas acredito que foi um acerto. Tem muitas modificações para melhor que aconteceram neste período”

Lira defendeu a reforma do imposto de renda, cuja votação na Câmara foi adiada várias vezes. “Nosso conceito está correto: diminuir a taxação das empresas e cobrar de quem ganha mais.”

“Às vezes a gente recebe muita reclamação com relação a dividendos”, disse ele. “Não podemos ter em cada brasileiro milionário um tax free, uma Suíça ambulante individual no Brasil”, disse o presidente da Câmara, afirmando que a reforma não quer prejudicar nenhum setor específico e que o texto aprovado não será o ótimo, e sim o possível.