Produção é reduzida temporariamente no BR e EUA por coronavírus

Foto: Divulgação/Braskem

São Paulo – A Braskem informou que em razão da pandemia do coronavírus as taxas de utilização no Brasil e nos Estados Unidos foram temporariamente reduzidas por conta da menor demanda e do movimento de redução de estoques na cadeia petroquímica e de plásticos.

Em comunicado, a petroquímica explicou que as taxas de operação irão acompanhar a demanda de mercado e as novas oportunidades de exportação que possam surgir em outras regiões, principalmente com o reinício de atividades na Ásia.

A produção de eteno no Brasil foi reduzida para aproximadamente 65% da sua capacidade total, que é de 3,6 milhões de toneladas por ano, enquanto nos Estados Unidos a redução da produção de polipropileno para aproximadamente 85% da capacidade, que é de 1,6 milhão de toneladas por ano.

Com isso, a empresa vem adotando medidas para preservação do caixa para manter a sua solidez financeira e a resiliência dos seus negócios. Houve desembolso da linha de crédito compromissada no montante de US$ 1 bilhão, redução dos gastos fixos na ordem de 10%, redução dos investimentos para 2020 de US$ 721 milhões para US$ 600 milhões, postergação do recolhimento das contribuições sociais no Brasil e otimizações do capital de giro.