PMI industrial da China sobe para 54,9 pts em novembro, diz Caixin

301
Foto: Freeimages.com/ Gary Tamin

São Paulo — O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China subiu para 54,9 pontos em novembro, o maior nível em uma década, após registrar 53,6 pontos em outubro, de acordo com dados divulgados pelo instituto IHS Markit em parceria com o grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. A leitura vem na medida em que o crescimento da produção e de novos pedidos aceleraram para níveis máximos em 10 anos, diz a pesquisa. O crescimento sustentado e forte na demanda do cliente levou ao aumento mais rápido no emprego desde maio de 2011.

“O PMI industrial já sinalizou uma melhoria das condições por sete meses consecutivos, à medida que a recuperação econômica pós-epidêmica continuou a acelerar”, de acordo com o economista sênior do Caixin Insight Group, Wang Zhe.

“A indústria continua se recuperando e a economia cada vez mais voltou à normalidade como consequência da desaceleração no ambiente doméstico da pandemia de Covid-19”, disse. Já a demanda no exterior melhorou substancialmente, e a medida para novos pedidos de exportação permaneceu em território expansionista pelo quarto mês consecutivo.

“Esperamos que a recuperação econômica na era pós-pandemia continue por vários meses. Ao mesmo tempo, decidir como retirar gradualmente as políticas de flexibilização lançadas durante a pandemia exigirá um planejamento cuidadoso, pois as incertezas ainda existem dentro e fora da China”.