PMI do setor de serviços da eurozona sobe para 48,8 pontos em março

Foto: Karolina Grabowska / Pexels

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da zona do euro subiu para 48,8 pontos em março, de 45,7 pontos em fevereiro, de acordo com dados preliminares divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que mede a atividade dos setores industrial e de serviços, subiu para 52,5 pontos em março, de 48,8 pontos em fevereiro.

“O setor de serviços continua fraco na economia local, mas mesmo aqui a taxa de declínio foi moderada em março, pois as empresas se beneficiaram da recuperação do setor industrial”, de acordo com o economista-chefe de negócios do IHS Markit, Chris Williamson.

“A perspectiva piorou, porém, em meio à alta nas taxas de infecção de covid-19 e novas medidas de bloqueio. Esta natureza de duas velocidades da economia irá, portanto, provavelmente persistir por algum tempo, à medida que os fabricantes se beneficiam de uma recuperação global demanda, mas empresas de serviços voltadas para o consumidor permanecem limitadas por restrições de distanciamento social”.