Moody’s afirma nota de crédito do Brasil em Ba2 com perspectiva estável

356
Foto: Vinícius Sgarbe / freeimages.com

São Paulo – A agência de classificação de risco Moody’s afirmou a nota de crédito do Brasil ‘Ba2’, com perspectiva estável, citando que a recente dinâmica da dívida e um ambiente de taxa de juros mais favorável fornecem um colchão adequado para administrar o choque econômico derivado da crise do novo coronavírus.

“A dinâmica da dívida no Brasil mostrou alguma melhora, apoiada pela aprovação da reforma da previdência social, necessária para garantir o cumprimento do teto de gastos e colocar a dívida do governo em uma trajetória descendente”, segundo a Moody’s.

A agência destaca ainda que o atual governo apresentou uma ampla agenda de reformas, focada na questão fiscal, no setor financeiro e estruturais destinadas a reduzir o papel do Estado na atividade econômica, melhorar o ambiente de negócios e incentivar a participação do setor privado no investimento em infraestrutura.

“Como resultado da maior eficácia da política monetária, a taxa de juros caiu significativamente, melhorando a dinâmica da dívida e apoiando os esforços de consolidação fiscal, o que resultou em um ritmo mais lento de acumulação de dívida”, acrescenta.

A Moody’s, entanto, alerta que as consequências econômicas da disseminação do novo coronavírus no Brasil atrasarão a agenda de reformas e levarão a um aumento significativo da dívida do governo este ano.

“Equilibrar a necessidade de uma resposta política eficaz à crise econômica e da saúde e a necessidade de retomar a consolidação fiscal no próximo ano serão considerações importantes para informar nossos pontos de vista sobre o perfil de crédito do país nos próximos anos”, afirma.