Lucro líquido da Iguatemi cresce 219,9% no 1T21

São Paulo – O lucro líquido da administradora de shopping centers Iguatemi foi de R$ 39,84 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 219,9% em relação a igual período do ano passado. A receita líquida subiu 8% no período e somou R$ 169,4 milhões na mesma base de comparação.

O ebitda (lucro antes de juros, impostos depreciação e amortização) do trimestre foi de R$ 101,4 milhões, 1,4% menor que o reportado um ano antes.

As vendas no conceito mesmas lojas, que considera unidades abertas há pelo menos 12 meses, caíram 25,6% no período, queda de 12,8 pontos percentuais (pp). No período, as vendas totais caíram 28,4% e totalizaram R$ 1,885 bilhão.

A taxa de ocupação no trimestre alcançou 90,3%, retração de 3,8 pp na comparação com o mesmo período de 2020. A Área Bruta Total (ABL) da Iguatemi ao final do período somava 711.192 metros quadrados, alta de 0,1% na mesma base de comparação.

A companhia informou a aprovação, em AGO, da distribuição de dividendos no valor de R$ 50 milhões a serem pagos em duas parcelas.

Outro destaque foi a conclusão do IPO da Infracommerce, em que a companhia detém, indiretamente, 10% de participação, “com oferta primária de aproximadamente R$ 1,0 bilhão em valuation de R$ 4,0 bilhões (post-money).”

Cynara Escobar / Agência CMA

Copyright 2021 – Grupo CMA