Lucro da Coca-Cola cai 33% no 3T20, para US$ 1,737 bilhões

475
Latinhas do refrigerante Coca-Cola. / Foto: Pixabay

São Paulo — A Coca-Cola reportou lucro líquido de US$ 1,737 bilhão no terceiro trimestre de 2020, o que representa uma queda de 33,0% ante igual período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita somou US$ 8,652 bilhões, uma baixa de 9,0%.

Os resultados refletem os impactos da pandemia do novo coronavírus que, segundo a empresa, afetaram as vendas. A companhia relatou, no entanto, melhora nas tendências em relação ao trimestre anterior.

O volume total de vendas caiu 4% no terceiro trimestre. A variação do volume é calculada com base na média diária de vendas do trimestre e a unidade de medida é o “unit case”, que equivale a 5,7 litros.

Na América do Norte, as vendas caíram 6,0%, com o desempenho mais forte em refrigerantes, enquanto na América Latina as vendas totais regrediram 4%, com fortes quedas na Argentina e México devido à pandemia do novo coronavírus. Na Ásia, houve baixa de 4% no volume puxada por restrições ligadas à pandemia na India e Japão, enquanto na Europa, Oriente Médio e África a queda foi de 3%.

Já a receita orgânica, que exclui variações cambiais, aquisições de desinvestimentos, teve baixa de 6%, afetada, principalmente, por pressões contínuas nos canais internacionais, mas que foram parcialmente compensados pelo crescimento sustentado nos canais domésticos.

Para 2020, a Coca-Cola continuou com sua decisão do trimestre anterior de não realizar uma projeção devido às incertezas causadas pela crise da covid-19.