Lucro líquido cai e soma R$ 10,4 mi no primeiro trimestre

151
Foto divulgação: Lojas Renner

São Paulo – A varejista Lojas Renner reportou lucro líquido de R$ 10,4 milhões no primeiro trimestre deste ano, queda de 93,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo a empresa, até o dia 13 de março as vendas apresentavam tendência de alta semelhante à do quarto trimestre do ano passado, mas a partir da segunda quinzena do mês houve recuo, devido ao fechamento de atividades em algumas localidades devido à pandemia do novo coronavírus.

A receita operacional líquida da companhia recuou 1,5% no trimestre, quando comparado ao mesmo período de 2019, para R$ 1,863 bilhões. A receita líquida com vendas de mercadorias caiu 6,1% no período e somou R$ 1,550 bilhão, enquanto a receita líquida com produtos financeiros subiu 29,7%, para R$ 313,5 milhões, na mesma base de comparação.

O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado total no primeiro trimestre, que inclui a operação de varejo e produtos financeiros, foi de R$ 110,9 milhões, baixa de 64,9% em base anual. A margem ebitda ajustado total chegou a 7,2%, queda de 12,0 ponto percentual (pp) ante mesmo período em 2019.

As vendas no conceito mesmas lojas (unidades abertas há pelo menos um ano) da varejista no período de janeiro a março tiveram queda de 10,7%.

No período, a Lojas Renner fechou 1 ponto de venda, enquanto a Camicado abriu as atividades em 1 unidade e encerrou em outras 3, e a Youcom fechou 3 lojas. Os investimentos no trimestre somaram R$ 89,4 milhões.