Intermédica registra prejuízo de R$ 27,9 milhões no 1T21

São Paulo – O Grupo Notre Dame Intermédica registrou prejuízo de R$ 27,9 milhões no primeiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior. Já o lucro líquido ajustado atingiu R$ 27,9 milhões, uma queda de 86,6% na mesma comparação.

O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 189,3 milhões no primeiro trimestre, um recuo de 52,8% frente ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida da companhia, por sua vez, cresceu 13,4% de janeiro a março na comparação com o mesmo período de 2020, para R$ 2,903 bilhões. Do total da receita, a maior parte vem de planos de saúde, que totalizou R$ 2,629 bilhões, alta de 14,4%, enquanto a receita com planos odontológicos somou R$ 86,4 milhões, um crescimento de 14,8%. Já a receita com serviços hospitalares foi de R$ 188 milhões no período, uma alta de 1,4 % na base anual.

O número de beneficiários do grupo era de 6,613 milhões ao final do primeiro trimestre, alta de 7,9% ante igual intervalo de 2020. A sinistralidade caixa, que reflete o custo assistencial efetivo e a sazonalidade, caiu 10,1 pp e totalizou 78,3%..

Ao final do primeiro trimestre, a dívida líquida da companhia era de R$ 423 milhões. No período, a empresa concluiu as aquisições da LifeCenter, Climepe, MediSanitas, BioSaúde e Hospitais Londrina.

Bruno Soares / Agência CMA

Copyright 2021 – Grupo CMA