Interesse do Brasil é Índia usar mais etanol, diz Bolsonaro

463
O presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

São Paulo – O principal interesse do Brasil em relação à India é fazer com que os indianos aumentem o uso do etanol em seus combustíveis, disse o presidente Jair Bolsonaro antes de embarcar em uma viagem ao país asiático.

“O grande interesse nosso é que usem mais etanol no combustível deles. E aí entra a lei da oferta e procura: eles produzem menos açúcar e ajuda a equilibrar o mercado”, disse Bolsonaro a jornalistas pela manhã, ao deixar o Palácio da Alvorada.

O percentual de etanol adicionado à gasolina na Índia foi de 5,5% em 2019. A expectativa do governo é que a taxa suba para 10% até novembro de 2022 e aumente progressivamente a 20% até 2030.

Na Índia, os preços do etanol são fixados pelo governo anualmente e variam de acordo com o teor de açúcar da matéria-prima usada na fabricação do combustível – cana-de-açúcar, arroz e grãos alimentícios impróprios para consumo humano.

Segundo a Associação da Indústria de Açúcar da Índia, a variação nos preços do etanol indiano não está vinculada aos comportamento dos preços do petróleo e da gasolina, e ainda não há fixação de preços para o etanol vindo do milho ou de excedentes na produção de grãos.

Além disso, a Associação aponta que o país ainda precisa aumentar a capacidade de produção de etanol para conseguir alcançar uma mistura de 10% do combustível à gasolina.