Hospitalizações pelo novo coronavírus nos EUA se aproximam de 90 mil

Foto: freeimages.com / Russel Weller

São Paulo – O número hospitalizações devido à covid-19 nos Estados Unidos alcançou um novo recorde e se aproxima de 90 mil, enquanto os casos da doença seguem avançando no país e totalizam mais de 12,7 milhões.

As hospitalizações pelo novo coronavírus alcançaram o recorde de 89.959, de acordo com dados do Projeto Rastreamento Covid – um esforço colaborativo executado por voluntários para rastrear a pandemia em andamento nos Estados Unidos.

O país tem registrado um novo máximo de hospitalizações a cada dia desde que o número superou 60 mil pela primeira vez em 10 de novembro. Antes disso, recorde de pessoas hospitalizadas havia sido em 15 de abril, com 59.924, segundo informações do projeto.

Os dados mostram ainda que há 17.526 paciente atualmente internados em unidades de terapia intensiva (UTIs) e 5.990 pessoas em respiradores.

O país registrou nas últimas 24 horas 181.490 novos casos de covid-19, depois de ter reportado 172.935 infecções no dia anterior, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. O recorde de 196.010 foi alcançado no dia 20 de novembro.

No total, os Estados Unidos – país que possui o maior número de infecções e de mortes no mundo – têm 12.780.047 pessoas contaminas pelo novo coronavírus e 262.283 óbitos ligados à doença, alta de 2.297 em 24 horas, maior avanço desde o dia 6 de maio, e depois dos 2.146 reportados um dia antes.

O Texas é o estado com o mais número de casos nos Estados Unidos, e reportou 1.197.253 contaminações até o momento, seguido pela Califórnia, com 1.163.645. O terceiro estado com mais infecções no país é a Flórida, com 961.676.

Ontem, o presidente eleito Joe Biden apelou aos norte-americanos a ficarem seguro no feriado de Ação de Graças, celebrado hoje no país, e a lutarem juntos contra a pandemia, ao mesmo tempo em que pediu unidade entre democratas e republicanos para trabalharem pelo país.