Economia dos EUA deve crescer mais rápido este ano, segundo CBO

171
Foto: Casa Branca

São Paulo – A economia norte-americana deve crescer mais rápido do que o esperado este ano, de acordo com o Escritório de Orçamento do Congresso (CBO, na sigla em inglês), que espera agora uma expansão de 3,7% no quarto trimestre de 2021, em comparação com o ano anterior e de 2,4% em 2022. Em média, o crescimento será de 2,6% ao ano até 2025, segundo as estimativas.

“Em grande parte, a desaceleração não foi tão severa quanto o esperado e a primeira fase da recuperação ocorreu mais cedo e foi mais forte do que o esperado”, diz o CBO em relatório.

A agência disse que o projeto de lei de ajuda ao novo coronavírus de cerca de US$ 900 bilhões aprovado em dezembro aumentará o Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano em cerca de 1,5% neste ano e no próximo.

As últimas projeções serão observadas de perto por legisladores que avaliam quanto apoio federal adicional à economia pode ser necessário em meio à recuperação da crise provocada pelo novo coronavírus.

Mais cedo, os republicanos do Senado divulgaram novos detalhes de sua proposta de alívio do coronavírus de US$ 618 bilhões, antes de uma reunião no final do dia com o presidente norte-americano, Joe Biden. A proposta é bem menor do que o plano original de Biden de US$ 1,9 trilhão.

Ainda de acordo com o CBO, apesar as previsões mais otimistas para a economia, o número de pessoas empregadas não retornará ao nível de antes da pandemia até 2024. A agência espera uma inflação modestamente mais acelerada e taxas de juros mais altas nos próximos anos do que o antecipado em julho.