Confiança do comércio interrompe cinco altas e cai em outubro

231
Vista de uma farmácia através de plástico protetor / Foto: ONU

São Paulo, 26 de outubro de 2020 – O índice de confiança do comércio (Icom) interrompeu cinco altas consecutivas e caiu 3,8 pontos, a 95,8 pontos, em outubro em relação a setembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado reflete a piora da avaliação tanto em relação ao presente quanto sobre o futuro.

Em base mensal, o Indice de Situação Atual (ISA-COM) recuou 1,5 ponto, a 105,1 pontos, enquanto o Indice de Expectativas (IE-COM) teve queda de 5,8 pontos, a 86,6 pontos. Considerando-se as atividades pesquisadas, a confiança caiu em todos os seis principais segmentos do comércio neste mês.

Para o coordenador da pesquisa na FGV, Rodolpho Tobler, a falta de confiança do consumidor e a incerteza sobre o período pós-programas de auxílio do governo contribuíram para acender o sinal de alerta no setor. “Apesar do resultado negativo, a percepção sobre o ritmo de vendas no mês segue mais positiva. Por outro lado, a significativa queda das expectativas mostra que os empresários estão se tornando cada vez mais cautelosos com a sustentabilidade da recuperação”, observa.

A edição deste mês coletou informações de 792 empresas entre os dias 1 e 23 deste mês. A próxima divulgação da sondagem do comércio será em 26 denovembro.