Companhia reduz em 90% capacidade total e iniciativas para reforçar liquidez

Foto divulgação: Azul Linhas Aéreas

São Paulo – A Azul afirmou que adotou medidas adicionais em reposta à menor demanda causada pela pandemia do Covid-19, nome do novo coronavírus, reduzindo em 90% a capacidade total em relação ao planejado, operando 70 voos diretos por dia, para 25 cidades, no período de 25 de março a 30 de abril.

“Estamos trabalhando com o governo brasileiro para garantir que a infraestrutura da aviação permaneça favorável para operarmos uma malha reduzida de maneira confiável, permitindo o movimento crítico de pessoas e produtos”, diz o comunicado.

Além disso, a companhia está reduzindo os custos e despesas com folha de pagamento em aproximadamente 65% em abril de 2020, após o aumento na quantidade de tripulantes que aderiram ao programa de licença não-remunerada, totalizando mais de 7.500 solicitações até hoje e redução salarial de 50% para diretores e diretores estatutários e de 25% para gerentes.

Em relação ao caixa, a Azul disse que está trabalhando para fortalecer sua posição de liquidez, o que inclui gestão ativa de todas as despesas de capital de giro, eliminar os gastos de capital não críticos, negociação de novas condições de pagamento com seus parceiros e avaliação de uma nova linha de crédito com instituições financeiras.