Brainard diz que Fed deve estar preparado para ajustar sua política

A diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Lael Brainard / Foto: Divulgação/ Fed

São Paulo – A diretora do Federal Reserve (Fed), Lael Brainard, reafirmou a necessidade da manutenção da política acomodatícia para ajudar a economia dos Estados Unidos a alcançar as metas de pleno emprego e estabilidade de preços, mas alertou que o banco central norte-americano deve estar pronto para ajustar sua política se for necessário.

“A melhor maneira de atingir e sustentar nossas metas de emprego máximo e inflação média é permanecendo estáveis e claros em nossa abordagem, ao mesmo tempo que estamos atentos às mudanças nas condições”, disse ela em discurso no Clube Econômico de Nova York.

Desde março do ano passado, o Fed vem mantendo a taxa de juros perto de zero e comprando ativos, atualmente no ritmo de US$ 120 bilhões ao mês, para apoiar a recuperação da economia. Para alterar sua política, o banco central norte-americano vem reforçando que deseja ver um progresso substancial em direção ao mandato duplo.

“Permanecer estável em nossa abordagem baseada em resultados durante o pico transitório de reabertura ajudará a garantir o ímpeto econômico que será necessário, visto que os atuais ventos favoráveis não são restringidos por um aperto prematuro das condições financeiras”, afirmou ela.

No discurso de hoje, Brainard pediu que o banco central norte-americano “seja firme e transparente” em sua abordagem política “enquanto permanece atento à evolução dos dados e preparado para fazer ajustes conforme necessário”.

“Embora estejamos longe de nossos objetivos, estamos vendo um progresso bem-vindo e espero ver mais progresso nos próximos meses”, afirmou.

A diretora do Fed também chamou atenção para os desequilíbrios gerados pela reabertura da economia. “Embora a vigilância contínua seja necessária, os dados de inflação e emprego até agora parecem refletir um desalinhamento temporário de oferta e demanda que deve desaparecer com o tempo”, concluiu.