BofA reitera compra da JBS por demanda de exportação

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

São Paulo – O Bank of America (BofA) espera que a demanda chinesa e a reativação da economia global sejam os principais catalisadores para volumes e preços das empresas exportadoras de carne brasileiras, como a JBS, BRF e Marfrig, fornecendo uma proteção para a inflação de custo atual.

Em relatório, o banco também repercutiu os dados da balança comercial brasileira divulgados ontem, que mostraram forte avanço das exportações de alimentos do segundo trimestre, com os preços em dólares subindo dois dígitos em relação ao ano anterior em todas as categorias, com avaliação positiva para as companhias, devido ao recente fortalecimento do real.

“O bom desempenho chega no momento certo, pois as empresas lutam no mercado interno com desafios de repasse aos clientes e custos crescentes”, destacaram os analistas.

Em carne bovina, citam que os preços de exportação atingiram níveis recordes, compensando os menores volumes devido à restrição de oferta, e que a margem de exportação ficou estável no trimestre. Em aves, os preços e volumes cresceram no segundo trimestre, impulsionados pela recuperação do serviço de alimentação.

Com isso, o banco reitera as recomendações de compra para JBS e neutra para Marfrig, BRF e Minerva. As ações da JBS (JBSS3) subiram 1,37% no pregão de hoje, a R$ 29,54.