Biden amplia vantagem sobre Trump para 9 pontos, diz pesquisa

São Paulo – O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Joe Biden ampliou sua vantagem sobre o atual presidente do país, Donald Trump, em nove pontos, de acordo com pesquisa feita pela Universidade de Monmouth.

De acordo com o levantamento, Biden atualmente tem o apoio de 50% dos eleitores registrados e Trump tem o apoio de 41%. Outros 3% dizem que votariam em um candidato independente e 5% estão indecisos. A sondagem de abril mostrava 48% a 44% e a de março, 48% a 45%.

Quando o congressista Justin Amash, que deixou o Partido Republicano para se juntar ao Partido Libertário, é adicionado à lista como candidato terceiro, Biden obtém 47%, Trump 40% e Amash 5%, segundo a pesquisa.

A pesquisa também perguntou se os eleitores acreditavam em acusações de agressão sexual contra Biden pela ex-funcionária Tara Reade.

Mais republicanos dizem que a alegação é provavelmente verdadeira (50%) do que falsa (17%), enquanto mais democratas dizem que provavelmente falsa (55%) do que verdadeira (20%), ainda de acordo com a pesquisa.

O levantamento da Universidade de Monmouth foi realizada por telefone entre 30 de abril e 4 de maio com 808 adultos nos Estados Unidos. Os resultados desta versão são baseados em 739 eleitores registrados e têm uma margem de erro de 3,6 pontos percentuais para mais ou para menos.