BC da Rússia mantém taxa de juros inalterada em 6,0%

305
Foto: Divulgação/ Banco Central da Rússia

São Paulo – O banco central da Rússia manteve a taxa básica de juros do país em 6,0% e anunciou medidas para manter o acesso de pequenas e médias empresas a empréstimos bancários, em meio à propagação da pandemia de coronavírus.

Segundo a instituição, em comunicado, em fevereiro e março a situação da economia russa está desviando-se das projeções. “Isso está relacionado a mudanças nas condições externas: a propagação da epidemia de coronavírus e uma forte queda nos preços do petróleo”.

Além disso, a depreciação do rublo é um fator pró-inflacionário temporário, diz o banco central, o que deve levar a taxa de inflação anual a exceder a meta este ano, retornando para 4% em 2021.

O BC russo também adotou outros estímulos para apoiar a economia e o setor financeiro do país. As medidas visam a “manter o acesso de pequenas e médias empresas a empréstimos bancários, financiar empréstimos hipotecários e proteger os interesses das pessoas afetadas pela pandemia”.

Assim, o caminho de crescimento da economia do país dependerá “da escala das consequências da disseminação do coronavírus”, mas terá apoio das medidas do banco central e do pacote do governo para combater as consequências da pandemia de coronavírus e da volatilidade do mercado financeiro.