Atividade industrial da China reduz ritmo de alta em dezembro

247

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China caiu para 51,5 pontos em dezembro, após registrar 51,8 pontos em novembro, de acordo com dados divulgados pelo instituto IHS Markit em parceria com o grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. Os dados indicam uma expansão moderada no setor, com empresas registrando aumento na produção. No entanto, o crescimento de novos pedidos diminuiu para uma baixa de três meses.

Já as vendas de exportação aumentaram apenas um pouco. Ao mesmo tempo, a confiança nas perspectivas de negócios para os próximos 12 meses permaneceu relativamente fraca e o número de funcionários estagnou. Por fim, os preços dos produtos industriais subiram.

“A economia industrial da China continuou a se estabilizar em dezembro, embora a expansão da demanda não tenha sido tão forte como nos dois meses anteriores”, disse o diretor do CEBM Group, Zhengsheng Zhong. Segundo ele, mudanças positivas incluem a disposição reforçada aumentar a produção e os estoques, o que é benéfico para o mercado de trabalho.

“A confiança reduzida dos negócios foi um dos principais fator por trás da desaceleração econômica deste ano. Como a primeira fase do acordo comercial entre a China e os Estados Unidos enviou sinais positivos, há espaço para uma recuperação na confiança nos negócios, que deve ser capaz de ajudar a estabilizar a economia.”