Após reconhecer derrota, Trump diz que não irá à posse de Biden no dia 20

137
O ex-presidente norte-americano, Donald Trump, caminha nos corredores da Casa Branca acompanhado da ex-primeira-dama Melania / Foto: Casa Branca

São Paulo – Após reconhecer a derrota nas eleições de novembro, o presidente norte-americano, Donald Trump, confirmou o que muitos suspeitavam: ele não irá à posse de Joe Biden, marcada para o próximo dia 20.

“A todos os que me pediram, não irei à posse no dia 20 de janeiro”, disse ele em uma mensagem no Twitter.

Os presidentes em mandato costumam comparecer às cerimônias de posse de seus sucessores, no entanto, por quatro vezes isto não ocorreu: John Adams não compareceu à posse de Thomas Jefferson; John Quincy Adams não compareceu à posse de Andrew Jackson; Andrew Johnson não compareceu à posse de Ulysses Grant e Woodrow Wilson não compareceu à posse de Warren G. Harding, embora tenha participado da carreata até o Capitólio.

Richard Nixon deixou o distrito de Colúmbia antes da aceitação de sua renúncia, não comparecendo ao juramento de Gerald Ford.

A nova declaração acontece depois que, em um vídeo gravado, Trump reconheceu pela primeira vez sua derrota nas eleições presidenciais de 3 de novembro, e condenou a invasão de manifestantes ao Capitólio durante a sessão de certificação da vitória de Biden.

“Agora o Congresso certificou os resultados. Uma nova administração tomará posse em 20 de janeiro”, disse Trump, em declaração em vídeo. “Meu foco agora se volta para garantir uma transição de poder suave, ordenada e sem costuras”.