André Brandão renuncia à presidência do Banco do Brasil

Foto divulgação: Banco do Brasil

São Paulo – O Banco do Brasil (BB) informou que André Brandão entregou o pedido de renúncia ao cargo de presidente da companhia, com efeitos a partir de 1 de abril. Ele estava no cargo há cinco meses.

Sendo aceita a renúncia pelo presidente Jair Bolsonaro, a indicação do novo presidente do BB deverá acontecer conforme seu estatuto social, informou, via fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A notícia confirma os rumores sobre a saída do executivo, que circulavam desde o anúncio do plano de reestruturação da companhia, em 11 de janeiro, em que informou o fechamento de mais de 360 unidades e a demissão de 5 mil funcionários, o que desagradou o presidente Jair Bolsonaro.

Em 4 de março, conselheiros independentes do banco manifestaram apoio à gestão de Brandão, em referência a rumores de que o executivo teria colocado o cargo à disposição.

A companhia reiterou sua permanência e o plano de reestruturação em comunicados diversas ocasiões em janeiro e fevereiro, inclusive na teleconferência de resultados de 2020.