Alckmin diz que conversa na Casa Civil foi proveitosa e que transição já começou

947
Palácio do Planalto. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Brasília – Após a reunião com os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral), nesta segunda-feira, o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin disse que a conversa foi “bastante proveitosa” e fora definidos os fluxos de informações entres as duas equipes. Segundo Alckmin, a equipe do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva começará a se instalar no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília.

“A conversa foi bastante proveitosa, muito objetiva. A transição já começou”, afirmou Alckmin. “Eles estão designando o Centro Cultural Banco do Brasil. Amanhã Gleisi e Mercadante vão lá fazer uma visita e nós deveremos começar a partir de segunda-feira”, completou referindo-se a Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, e Aloizio Mercadante, coordenador do programa de governo.

Conforme Alckmin, que foi indicado para coordenar a transição, os pedidos de informações serão encaminhados a Casa Civil para a devida distribuição entre as pastas do atual governo.

“A transição instalada com objetivo da transparência, com o objetivo do planejamento, com o objetivo de continuidade dos serviços prestados à população. Que a gente possa ter todas as informações para dar continuidade aos serviços e nos prepararmos para a posse”, disse Alckmin, no Palácio do Planalto.

Na reunião, segundo Alckmin, Ramos o cumprimentou pela eleição, desejou um “ótimo trabalho” e se colocou à disposição no período de transição.

Antes de vir para Brasília coordenar os trabalhos de transição, Alckmin vai se reunir com Lula, na próxima segunda-feira, quando serão definidos os demais nomes da equipe. Até o momento, além do vice-presidente eleito, estão conformados os nomes de Gleisi e Mercadante.

A presidente do PT conversou com os demais partidos que integraram a coligação Brasil da Esperança – PSB, PV, PCdoB, Rede Sustentabilidade, PSol, Avante, Agir, PROS e Solidariedade – para indicação de membro do grupo de transição. Segundo Alckmin, partidos que se juntaram à campanha de Lula no segundo turno, como MDB e PDT, também terão espaço, bem como políticos de centro e nomes sem filiação partidária.

“O presidente Lula deixou claro em seu discurso pós eleição que a nossa tarefa é unir o Brasil, é trabalhar, ter agenda de propostas melhorar a vida da população e bola para frente”, afirmou Alckmin. “A transição começou e agora é fazê-la da melhor forma possível em benefício da população, pautada no interesse público”, completou.

O vice-presidente eleito condenou os bloqueios de rodovias federais que começaram após a proclamação do resultado da eleição presidencial. “O direito de ir e vir é sagrado. Não é possível você impedir as pessoas de se locomover”, afirmou.

Para Alckmin, o protesto liderado por bolsonaristas é grave. “Porque você pode comprometer a saúde das pessoas, abastecimento de hospitais, transplantes, vacinas, alimentação, combustíveis e prejuízos”, afirmou.

“A pergunta é: quem vai pagar esses prejuízos? Quem vai ser responsabilizado por esses prejuízos? Uma coisa é manifestação, outra coisa é limitar o direito de ir e vir das pessoas. Não é possível”, completou.