Vendas pendentes de imóveis nos EUA sobem 44,3% em maio ante abril

102

São Paulo – O Índice de Vendas Pendentes de Imóveis Residenciais dos Estados Unidos subiu 44,3% em maio ante abril, para 99,6 pontos, segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês). A previsão era de alta de 15,0%.

Em relação a maio do ano passado, houve baixa de 5,1% nas vendas pendentes de imóveis. Segundo o economista chefe da NAR, Lawrence Yun, a recuperação é um sinal de que o consumidor norte-americano ainda coloca a compra de imóveis como alta prioridade.
“Essa alta do índice também mostra como o setor imobiliário pode abrir caminho para uma recuperação econômica mais ampla”, disse Yun.

“Mais listagens estão aparecendo continuamente à medida que a economia reabre, ajudando nas escolhas de estoque”, disse Yun. “Ainda assim, é necessária mais construção de casas para combater a subprodução persistente de casas na última década.”

As vendas pendentes referem-se a contratos que já foram assinados, mas cuja compra ainda não foi concluída. A finalização costuma acontecer de um a dois meses após a assinatura.