Trígono foca em small caps com mais liquidez – assista entrevista

340

São Paulo – Os investimentos da Trígono Capital em small caps – empresas com baixo valor de mercado – estão focados em companhias com ampla liquidez e com faturamento em dólar, segundo Werner Roger, diretor de investimentos da gestora.

Segundo ele, com a chegada da pandemia do novo coronavírus, causador da covid-19, a gestora concentrou sua carteira de small caps em algumas poucas empresas, em vez de aumentar a quantidade de papéis no portfólio.

“O que nós fizemos: concentramos bastante a carteira, ao contrário de algumas gestoras, que preferem diversificar, a diversificação no sentido de reduzir o risco. Para nós, a diversificação é no sentido de, você não sabe o que faz, então vamos diversificar”, afirmou.

Segundo Roger, hoje sete empresas representam 85% da carteira de small caps da Trígono. Antes, a carteira era maior e as sete companhias com maior peso equivaliam a 54% do portfólio. “Estamos acompanhando muito proximamente as empresas. Boa parte delas tem a questão de receita em dólar e outra coisa muito importante é a solidez financeira”, afirmou.

“Com o coronavírus o risco de liquidez, para mim, era o principal. As empresas poderiam perder seus créditos, suas receitas. Concentramos nessas empresas com boa solidez financeira”, acrescentou.

Assista a íntegra da entrevista abaixo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por CMA Mercados (@cmamercados) em