Subsidiária da Braskem retoma parcialmente produção de polietileno no México

124
Foto: Divulgação/Braskem

São Paulo – A Braskem Idesa (BI), subsidiária da Braskem, retomou parcialmente a produção de polietileno no México. Segundo a empresa, a retomada segue os protocolos de segurança e reduz o impacto no atendimento da demanda da indústria plástica mexicana. A produção havia sido interrompida no último dia 2 de dezembro.

Segundo a Braskem, a BI iniciou medidas legais, conforme estabelecido no contrato de fornecimento de etano firmado entre a BI e a PEMEX, e pela Braskem Netherlands B.V., controladora direta da BI, com base em normas internacionais aplicáveis na busca da preservação de direitos da BI e de sua controladora e do cumprimento de obrigações legais e contratuais, e visando a proteção do seu investimento no México.

Essas medidas preveem um período de remediação e negociação no qual se buscará uma solução entre as partes. A Braskem ainda esclarece que a BI permanece sujeita à situação adversa decorrente da interrupção do serviço de transporte de gás natural e não consegue precisar, neste momento, a data para retorno integral das suas atividades, tampouco seus respectivos impactos.

“A companhia por meio da BI reforça o seu compromisso com o México, inclusive na busca de alternativas construtivas para solucionar a situação de falta de etano no país, e manterá o mercado informado, em cumprimento com as legislações aplicáveis”, disse a Braskem em comunicado.

Bruno Soares / Agência CMA