Schnabel, do BCE, adverte contra redução precoce das taxas de juros

215
Isabel Schnabel, membro do BCE | Foto: European Central Bank

São Paulo – Isabel Schnabel, membro do conselho executivo do Banco Central Europeu (BCE), afirmou nesta quarta-feira que é importante evitar uma redução prematura das taxas de juros, alertando para os desafios em recolocar a inflação dentro da meta.

Em uma entrevista exclusiva ao Financial Times, Schnabel expressou preocupações com a possibilidade de uma intervenção precipitada, argumentando que a última etapa desse processo é particularmente desafiadora. Ela ressaltou que as expectativas de preços no setor de serviços têm apresentado crescimento contínuo nos últimos meses, atribuído à resiliência do mercado de trabalho.

“É por isso que os dados recentes não dissipam minhas preocupações de que esta fase final do percurso seja a mais difícil”, afirmou Schnabel. Além disso, ela alertou para o fato de que os mercados estão antecipando cortes nas taxas de juros, o que poderia resultar em um alívio nas condições financeiras.

A situação geopolítica também foi mencionada como um fator adicional de incerteza, com perturbações nas cadeias de fornecimento devido ao conflito no Oriente Médio. “Isso significa que devemos ser cautelosos, pois, como sabemos pela experiência histórica, a inflação pode voltar a aumentar”, acrescentou Schnabel.