RADAR DO DIA: Investidores cautelosos antes do Copom

142

São Paulo – Em dia de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a taxa Selic, os investidores seguem cautelosos enquanto monitoram as negociações sobre o pacote de estímulos nos Estados Unidos, a divulgação de balanços corporativos e notícias relacionadas ao coronavírus, além da explosão em Beirute, no Líbano.

Por aqui, as atenções estão voltadas para o avanço da proposta de reformas do governo Jair Bolsonaro, principalmente após ele ter dado carta branca ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para a criação de uma espécie de nova CPMF desde que se retire outros tributos.

Em relação à taxa de juros brasileira, a expectativa do mercado é de um corte residual de 0,25 pontos em continuidade ao visto nas decisões passadas.

Ontem, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que o país está conseguindo controlar o contágio do coronavírus com várias regiões reportando uma média menor de infecções.

Sobre o pacote de estímulos, Trump culpou a oposição democrata pela demora na aprovação. Diante do impasse, ele não descartou agir via decreto para liberar algum apoio à população. Na semana passada, os republicanos do Senado apresentaram uma proposta de US$ 1 trilhão, que foi rejeitada pela oposição que defende um plano mais amplo, de US$ 3,5 trilhões.

A tensão entre Estados Unidos e China é outro tema que continua no radar, uma vez que as duas maiores potências veem se desentendo desde o fechamento de um consulado chinês e outro norte-americano no país asiático.

Além disso, o líder norte-americano afirmou que a explosão vista em um porto da cidade de Beirute ontem se parece mais com um ataque bomba. Uma forte explosão provocou mortes e deixou várias pessoas feridas, além de ter devastado a vizinhança, danificando prédios e vários bairros da cidade.

Em relação à pandemia causada pelo novo coronavírus, o número de mortes no mundo está em mais de 691,7 mil pessoas, de acordo com a contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins, enquanto o número de casos no mundo já ultrapassou 18,4 milhões de infectados. O Brasil possui 2,8 milhões de casos confirmados, enquanto 96 mil pessoas morreram por causa da doença.

Ontem, o Ibovespa encerrou em queda de 1,56%, aos 101.215,87 pontos, pressionado principalmente pelas ações de bancos, que sentiram impacto de balanços e da votação do projeto de lei que limita juros do cartão de crédito e cheque especial, marcada para esta quinta-feira no Senado.

Nesta manhã, os contratos futuros de ações dos Estados Unidos mostram uma abertura positiva, com os investidores no aguardo da aprovação de novo pacote de estímulos, a divulgação da prévia dos dados de emprego, em meio ao avanço do coronavírus no país.

Na Europa, as principais bolsas operam em alta de olho na divulgação de balanços corporativos de grandes empresas, principalmente do setor aéreo, além de refletir indicadores locais como PMIs na Alemanha, Reino Unido e zona do euro.

Na Ásia, os principais índices do mercado de ações fecharam em alta, refletindo os ganhos em Wall Street visto ontem e de olho nas perspectivas positivas em relação as economias ao redor do globo.

EMPRESAS

A Klabin registrou prejuízo líquido de R$ 383 milhões no segundo trimestre do ano, revertendo o resultado positivo de R$ 72 milhões visto um ano antes, impactado negativamente pela rápida e intensa desvalorização do real ante dólar. Dessa forma, a Klabin está temporariamente impossibilitada de distribuir proventos aos seus acionistas.

A Petrobras informou que a 1 Vara Empresarial e de Conflitos relacionados à arbitragem de São Paulo extinguiu a ação de especificação de hipoteca judiciária, ajuizada pela Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ).

O tráfego de passageiros da Azul subiu 40,7% em julho na comparação com o mês anterior, para 663 milhões de passageiros por quilômetros transportados (RPK) – número de passageiros pagantes multiplicados pela distância de cada voo, enquanto na comparação anual a queda é de 77,6%.

A Sinqia comprou 100% do capital social da Itaú Soluções Previdenciária, uma das principais fornecedoras de softwares e serviços para o segmento de previdência fechada pelo valor de R$ 82 milhões, sendo R$ 33,6 milhões à vista e o restante em cinco parcelas anuais.

A fabricante de aeronaves Embraer reportou prejuízo líquido ajustado de R$ 1,071 bilhão no segundo trimestre deste ano, uma alta de mais de 18 vezes em comparação ao prejuízo visto no período de 2019.

A Embraer anunciou a reprogramação da entrada em operação do jato E175-E2 para 2023, devido às atuais condições de mercado da aviação comercial no mundo e da pandemia causada pelo coronavírus.

A demanda total por voos da GOL caiu 80,2% em julho na comparação com o mesmo mês do ano passado, para 827 milhões de passageiros por quilômetros transportados (RPK) – número de passageiros pagantes multiplicados pela distância de cada voo -, como reflexo da diminuição da frota no ar em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus.

A administradora de shopping centers Iguatemi reportou lucro líquido de R$ 46,2 milhões no segundo trimestre deste ano, queda de 23% em relação a igual período do ano passado.

A Petrobras assinou o acordo com a Fundação Petrobras Seguridade Social (Petros) para encerrar uma disputa arbitral referente a investimentos na Sete Brasil. Pelo contrato a empresa pagará R$ 950 milhões.

A Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) divulgou uma nota técnica com o resultado da tarifa máxima e estrutura tarifária para a terceira revisão tarifária ordinária da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

A Petrobras concluiu o processo de arrendamento das fábricas de fertilizantes nitrogenados da Bahia (Fafen-BA) e de Sergipe (Fafen-SE) para a Proquigel. De acordo com a estatal, esta é a última etapa para a transferência de controle dos ativos, após licenças e autorizações exigidas pelos órgãos reguladores.