RADAR DO DIA: Atenção ao EUA, coronavírus e cena local

115
Foto: Paul Pasieczny / freeimages.com

São Paulo – O cenário de cautela e preocupação dos investidores continua, de olho nos desdobramentos sobre o pacote de estímulos nos Estados Unidos e a eleição norte-americana. O secretário do tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, disse que é improvável que o pacote seja aprovado antes das eleições presidenciais.

A liderança de Joe Biden na corrida pela Casa Branca tem deixado os ativos voláteis. Uma pesquisa do Wall Street Journal com a NBC News aponta liderança do democrata sobre Donald Trump por 11 pontos.

Na Europa, as bolsas operam em queda com as notícias do avanço do coronavírus em alguns países, dentre eles a França, que declarou estado de emergência na saúde pública. No mercado acionário norte-americano, os índices refletem as eleições no país e as discussões em torno do pacote de estímulo.

Além disso, o fato de os laboratórios Johnson e Johnson e Eli Lilly paralisarem os testes clínicos por reações contrárias de pessoas que tomaram as vacinas gera ainda mais apreensão por conta da doença.

No Brasil, os investidores continuam de olho nos avanços das conversas pelas reformas do governo Jair Bolsonaro, além do risco fiscal, tema recorrente nos últimos dias, até por membros do Banco do Central (BC), que têm mostrado preocupação com a situação.

Outro tema que chama a atenção foi a maioria formada pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar a liminar do ministro Marco Aurélio que concedeu habeas corpus ao traficante André do RAP, apontado como líder do PCC.

Na agenda do dia, o destaque é o pedido de seguro-desemprego e índices de atividade industrial nos Estados Unidos, enquanto no Brasil os investidores aguardam o IBC-Br de agosto.

No corporativo, o conselho de administração da Companhia Paranaense de Energia (Copel) avalia os estudos para implementação do programa de units da companhia, com as principais definições acerca de sua implementação, além dos desdobramentos pertinentes, dentre eles alterações estatutárias.

A Oi, em recuperação judicial, disse que a acionista Bratel, que detém 5,68% das ações ordinárias e 5,53% do capital social da companhia, e o fundo de investimento Polo Capital, que possui 0,36% das ações ordinárias e 0,35% do capital social, solicitaram a adoção de voto múltiplo na eleição de membros do conselho de administração para mandato até a assembleia que vai aprovar os resultados de 2020.

O conselho de administração da Yduqs aprovou o envio de proposta vinculante aos vendedores da Target, por sua subsidiária integral Estácio de Sá, e a análise e aprovação da captação de recursos, no limite da proposta e nos termos apresentados em reunião.

A Natura concluiu com a oferta pública para distribuição primária de 121.400.000 ações ordinárias, ao preço de R$ 46,25 por ação (US$16,4591 por American Depositary Shares, ADS), com captação total de R$ 5,6 bilhões (correspondente a aproximadamente US$ 1 bilhão), no Brasil e no exterior.

A Eletrobras informa que foi reiniciado o julgamento de recurso sobre empréstimo compulsório, em curso desde 2018, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), sendo novamente suspenso em decorrência do pedido de vista da ministra Assusete Magalhães, com quatro votos a favor da tese da Eletrobras e três contra.

A Telefônica Brasil disse que o serviço Vivo Money lançado comercialmente hoje pela empresa foi anunciado inicialmente em 2019 e suas características estão descritas em formulário de referência arquivado junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no dia 25  de  junho  de  2020, com ampla divulgação aos agentes do mercado financeiro e demais públicos em geral.

O conselho de administração da Cyrela celebrou aprovou a cessão de créditos imobiliários à securitizadora Gaia.

O exercício de opções sobre o Ibovespa movimentou R$ 9,592 bilhões, ao negociar 97.716 contratos, um resultado seis vezes superior do que o registrado em setembro, de R$ 1,541 bilhão. Do volume total exercido, R$ 7,221 bilhões referem-se a opções de compra e R$ 2,370 bilhões em opções de venda.

A MRV pagará R$ 164 milhões em dividendos mínimos obrigatórios, correspondentes a R$ 0,340143734 por ação, em 23 de outubro, aos acionistas com posição acionária do dia 13 de outubro.

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) registrou um crescimento de 22% no volume de consumidores que negociam energia no mercado livre, na comparação com o mesmo período do ano anterior, totalizando 8.247 agentes no Ambiente de Contratação Livre (ACL).

A Equatorial Energia aprovou a celebração de um acordo de crédito entre sua controlada Equatorial Piauí e o Scotiabank, no valor de US$ 35,78 milhões, convertidos a R$ 200 milhões, do qual será avalista.

A Caixa Econômica Federal atingiu em outubro a marca histórica de R$ 500 bilhões de carteira nessa modalidade de empréstimo e a liderança na concessão de financiamento para casa própria, com 69% do crédito imobiliário do país.