Produção média de petróleo em regime de partilha cresce 4% em agosto

591

São Paulo, SP – A média de produção de petróleo no regime de partilha foi de 722 mil barris por dia (bpd) em agosto, um aumento de 4% em relação ao mês anterior. Atualmente, seis contratos estão em produção, sendo Búzios responsável por 423 mil bpd, seguido de Libra (111 mil bpd), Sépia (100 mil bpd), Atapu (77 mil bpd), Entorno de Sapinhoá (7 mil bpd) e Sudoeste de Tartaruga Verde (4 mil bpd).

A produção média de petróleo de direito da União nos contratos foi de 31,6 mil barris por dia, sendo a maior parte oriunda de Libra (17,2 mil bpd). Os dados são do Boletim Mensal
dos Contratos de Partilha de Produção elaborado pela Pré-Sal Petróleo (PPSA) e divulgado hoje.

Desde 2017, início da série histórica, a produção acumulada em regime de partilha de produção, até agosto, foi de 252 milhões de barris de petróleo, dos quais 17 milhões são de direito da União.

Gás natural

A produção do gás natural com aproveitamento comercial, em agosto, apresentou média de 2,13 milhões de m/dia em três contratos, sendo 1,92 milhão de m/dia oriundos de Búzios, 184 mil m/dia do Entorno de Sapinhoá e 29 mil m/dia de Sudoeste de Tartaruga Verde. O resultado é 8% superior ao mês de julho, puxado pelo incremento da produção de Sapinhoá e Búzios.

A União, no mesmo mês, teve direito a uma produção média de 150 mil m/dia, sendo a maior parte oriunda do Entorno de Sapinhoá (121 mil m/dia). Desde 2017, a produção
acumulada de gás natural com aproveitamento comercial, até agosto, soma 709 milhões de m, sendo a parcela da União de 138 milhões de m cúbicos