PMI industrial da eurozona sobe a 57,9 pts em fevereiro após revisão

Foto: União Europeia

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da zona do euro subiu para 57,9 pontos em fevereiro, mais nível em três anos, depois de ter marcado 54,8 pontos em janeiro, de acordo com dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

A versão preliminar havia mostrado alta para 57,7 pontos em fevereiro. Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração.

“A indústria está aparecendo cada vez mais como uma ponto brilhante na economia da zona do euro até agora no ano. O PMI atingiu um recorde de três anos para um nível que raramente foi excedido em mais de duas décadas de história de pesquisa”, disse o economista-chefe de negócios do IHS Markit, Chris Williamson.

“Os produtores estão se beneficiando do ressurgimento da demanda para mercadorias nos mercados doméstico e de exportação, ligado às esperanças de recuperação pós-covid-19 impulsionando renovados estoques e investimento em negócios equipamentos e máquinas, bem como melhorias no consumo”.

Segundo ele, a expansão da indústria ajuda a compensar a fraqueza em setores voltados ao consumidor, aliviando o impacto das recentes medidas de bloqueio em muitos países e ajudando a limitar o ritmo geral de contração econômica. Por fim, atrasos na cadeia de suprimentos levaram a altas nos custos dos insumos, sugerindo aumentos adicionais na inflação do consumidor nos próximos meses, pelo menos até a oferta e a demanda volta ao equilíbrio.