PMI do setor de serviços dos EUA sobe a 58,9 pontos em fevereiro  

162
Foto: JM Griffin / freeimages.com

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços dos Estados Unidos subiu a 58,9 pontos em fevereiro – o maior nível em quase seis anos -, de 58,3 pontos em janeiro, de acordo com dados preliminares divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

Os analistas esperavam 58,0 pontos em fevereiro. Números acima de 50 sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados dos segmentos industrial e de serviços, avançou para 58,8 pontos em fevereiro – também a maior alta em quase seis anos -, de 58,7 pontos em janeiro.

A performance preliminar de fevereiro foi impulsionada pela expansão mais acentuada em novos negócios, que registrou a taxa de crescimento mais acentuada em três meses. Na contramão, a demanda de clientes estrangeiros enfraqueceu no período, à medida que os novos pedidos de exportação caíram pela segunda vez em três meses em meio às contínuas restrições devido à pandemia do novo coronavírus.

Além disso, incrementos substanciais de preços para insumos levaram ao aumento mais rápido nos encargos com custos desde o início da coleta de dados, em outubro de 2009. Ainda assim, as condições de demanda mais encorajadoras permitiram que as empresas repassassem uma proporção maior da elevação de custo aos clientes por meio de um aumento acentuado em preços de venda. A taxa de inflação foi a segunda mais acelerada já registrada – atrás apenas de novembro de 2020.

Quanto ao emprego, os provedores de serviços continuaram a expandir a força de trabalho apenas marginalmente em fevereiro, no entanto, em meio aos esforços para controlar as despesas. Mesmo assim, a pressão sobre a capacidade foi evidente, já que as pendências de trabalho aumentaram modestamente.

Restrições ligadas à covid-19 levaram a hesitações em relação às perspectivas para o ano seguinte, uma vez que os provedores de serviços registraram expectativas de produção mais fracas.