PMI de serviços da eurozona sobe para 49,6 pontos em março após revisão

Foto: Karolina Grabowska / Pexels

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da zona do euro subiu para 49,6 pontos em março, de 45,7 pontos em fevereiro, de acordo com dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

A leitura preliminar havia mostrado 48,8 pontos. Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração.

O PMI composto, que mede a atividade dos setores industrial e de serviços, subiu para 53,2 pontos em março, de 48,8 pontos em fevereiro. A leitura preliminar havia mostrado 52,5 pontos.

“A atividade de serviços da zona do euro se recuperou em março, voltando a crescer após quatro meses de declínio com uma expansão ainda mais forte do que a sinalizado pelos dados preliminares”, disse o economista-chefe de Negócios da IHS Markit, Chris Williamson.

Segundo ele, o setor de serviço duramente atingido chegou perto de se estabilizar com otimismo sobre as perspectivas melhoraram ainda mais durante o mês. As expectativas de crescimento das empresas estão no nível mais alto por pouco mais de três anos em meio a crescentes esperanças que o lançamento da vacina impulsione as vendas nos próximos meses.

Já o fortalecimento da demanda levou ao aumento da contratação, o que deve ajudar ainda mais a elevar a confiança do consumidor e os gastos enquanto avançamos no segundo trimestre, de acordo com Williamson.