PMI de serviços da Alemanha sobe a 51,5 pontos em março após revisão

Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da Alemanha subiu para 51,5 pontos em março, de 44,7 pontos em fevereiro, de acordo com dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

A versão preliminar havia mostrado 50,8 pontos em março. Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração.

O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, subiu para 57,3 pontos em março, depois de marcar 51,1 pontos em fevereiro. A versão preliminar havia mostrado 56,8 pontos em fevereiro.

“O mês de março teve sinais provisórios de retomada da atividade em todo o setor de serviços alemão, com alguns empresas que abriram suas portas para os clientes pela primeira vez em meses, pois as restrições de bloqueio foram aliviadas”, disse o diretor associado do IHS Markit, Phill Smith.

Os dados também apontaram para uma melhor demanda interna em outras áreas à medida que a confiança melhorava. “Estamos vendo cada vez mais empresas de serviços relatando otimismo sobre as perspectivas de atividade, que tem sido ajudado pelo progresso no programa de vacinação e, por sua vez, está apoiando uma contínua recuperação do emprego”.

Por outro lado, há pressões crescentes de custos devido ao aumento dos preços da energia e dos combustíveis. Além disso, “esforços para conter uma terceira onda de infecções por covid-19 é um risco para as perspectivas imediatas do setor de serviços no início do segundo trimestre.”