PIB encolhe 6,8% no primeiro trimestre do ano

296
Foto: Freeimages.com/ Gary Tamin

São Paulo – O Produto Interno Bruto (PIB) da China encolheu 6,8% no primeiro trimestre deste ano ante o mesmo período de 2019, na primeira queda já registrada desde que o país começou a divulgar dados trimestrais, em 1992. Os dados são do departamento oficial de estatísticas.

O crescimento do PIB chinês veio acima da projeção dos analistas, que esperavam queda de 8,3%. Em base trimestral, o PIB da China recuou 9,8% no primeiro trimestre deste ano. No quarto trimestre de 2019, o PIB havia avançado 6% em base anual e 1,5% em base trimestral.

“O surto repentino de pneumonia provocada pelo novo coronavírus realmente teve um impacto relativamente grande no desempenho econômico da China”, disse o porta-voz do departamento de estatísticas do país, Mao Shengyong, em coletiva de imprensa após a divulgação dos dados.

“No primeiro trimestre, os principais indicadores econômicos caíram significativamente, mas também vimos que os indicadores mostraram recuperação em março, e o declínio diminuiu significativamente”, afirmou. Segundo o porta-voz, apesar do forte impacto da pandemia, “a situação social geral é estável”.

Ele disse ainda que a melhoria significativa vista em março reflete as ações de Pequim no combate ao vírus, identificado em dezembro na província de Hubei. O governo colocou em vigor no final de janeiro medidas de isolamento, por cerca de dois meses. “Como a eficácia da prevenção e controle de epidemias continua a mostrar, o progresso da retomada da produção e da produção está se acelerando”.

Por fim, o porta-voz afirmou que “apesar do grave impacto da epidemia, não houve demissões em larga escala em todo o país e a situação geral de emprego é estável”, e que “a modernização industrial continua a se desenvolver’.