PIB de 2020 da Alemanha cai 5% ante 2019

70
Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha caiu 5% em 2020 na comparação com 2019, sofrendo uma profunda recessão após um período de crescimento de dez anos. As informações são do escritório oficial de estatísticas do país.

No entanto, a desaceleração foi menos grave em 2020 do que em 2009, quando a economia encolheu 5,7%, segundo cálculos provisórios. Em 2019, o PIB alemão havia avançado 0,6%

Quase todos os setores econômicos foram marcadamente afetados pela pandemia do no coronavírus em 2020. A produção foi em parte severamente reduzida tanto no setor de serviços quanto na indústria.

A indústria excluindo construção teve queda de 9,7% em 2020, com baixa de 10,4% em manufaturas. A crise econômica foi particularmente forte no setor de serviços, com reduções severas incluindo comércio, transporte, alojamento e serviços alimentares, onde o desempenho econômico diminuiu 6,3%. A construção avançou 1,4%

Os gastos das famílias caíram 6,0% em relação ao ano anterior, uma queda sem precedentes, e os gastos públicos avançaram 3,4% e tiveram um efeito estabilizador na pandemia, com base na aquisição de equipamentos de proteção e serviços hospitalares, diz a Destatis.

A formação bruta de capital fixo em máquinas e equipamentos caiu 3,5%, maior queda desde a crise financeira global de 2008, e a formação bruta de capital fixo na construção avançou 1,5%.

Também foi registrado impacto da pandemia no comércio com o exterior em 2020, com a primeira queda em exportações e importações de bens e serviços desde 2009. As exportações caíram 9,9% e as importações recuaram 8,6%, com declínio particularmente grande nas importações de serviços, devido a alta proporção de turismo, para o qual foi registrada uma queda acentuada.