Petrobras prorroga data limite para condições de acordo com Sete Brasil

434
Foto divulgação: Petrobras

São Paulo – A diretoria da Petrobras aprovou a alteração da data limite para que certas condições precedentes previstas no acordo celebrado com a Sete Brasil sejam implementadas. Com isso, a eficácia dependerá do atendimento de condições que deverão ocorrer até 30 de setembro de 2020, que antes era até 30 de junho do referido ano.

No começo de abril, a estatal anunciou acordo de R$ 643 milhões com a Sete Brasil para encerrar a disputa arbitral que envolvia as duas empresas. A iniciativa visa o ressarcimento pela Petrobras dos danos materiais relacionados ao investimento da Sete Brasil no projeto Sondas.

O acordo preserva os termos anteriores e prevê a manutenção dos contratos de afretamento e de operação referentes a quatro sondas, com vigência de 10 anos e taxa diária de US$ 299 mil, encerramento dos contratos em relação às demais 24 sondas e a saída da Petrobras e de suas controladas do quadro societário das empresas da Sete Brasil e do FIP Sondas.