Mais de 120 líderes participarão de conferência do clima em Glasgow

511
Foto: Mauro Bertolini / freeimages.com

São Paulo – Mais de 120 líderes mundiais confirmaram sua participação na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26), que acontecerá de 31 de outubro a 12 de novembro, em Glasgow.
“O programa começa com uma Cúpula de Líderes Mundiais no dia 1 de novembro, organizada pelo primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, para a qual mais de 120 líderes já confirmaram sua presença”, diz o comunicado do governo britânico.
Embora o Reino Unido espere receber 120 líderes em Glasgow, está enfrentando algumas faltas importantes. O presidente chinês, Xi Jinping, cujo país é o maior emissor de gases de efeito estufa, não deve comparecer; nem o brasileiro Jair Bolsonaro. O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que comanda o terceiro maior emissor do mundo, ainda não confirmou.
Segundo a nota do governo britânico, o evento contará com negociações formais e debates sobre a mudança do carvão para a energia limpa, o papel da sociedade e da economia global nas ações para conter os efeitos das mudanças climáticas.
Em entrevista para a Bloomberg TV na segunda-feira, Johnson previu que as negociações na COP26 serão muito difíceis. Na ocasião, ele chamou os líderes globais a assumirem medidas concretas e ambiciosas para o meio ambiente.
Segundo o premiê britânico, os participantes da conferência devem manter viva a perspectiva de conter o aquecimento global desde os tempos pré-industriais a 1,5 grau.  Além disso, ele afirmou que o Reino Unido precisa ver os países ricos aumentarem e mobilizarem US$ 100 bilhões por ano para países que não foram emissores históricos para cortar seu carbono.