Lula se reúne com prefeitos, anuncia aumento da merenda escolar e promete manter diálogo

890

Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu, nesta sexta-feira, com prefeitos de todos o país, anunciou o aumento dos valores repassados para a merenda que varia de 28% a 39% e lançou a plataforma para controle das obras federais nos estados e municípios. No encontro, Lula prometeu continuar recebendo os prefeitos, no Palácio do Planalto, para encaminhar as necessidades dos municípios.

“Não é possível você imaginar que este país pode ser governado de Brasília sem levar em conta a realidade dos municípios brasileiros, sem levar em conta a realidade dos estados brasileiros. Já fizemos reunião com os governadores, agora com vocês e vai ter a Frente Nacional dos Municípios aqui”, afirmou.

Para Lula, os prefeitos e as prefeitas do país precisam participar da execução das políticas públicas lançadas pelo governo federal, pois sabem quais são as necessidades de cada município brasileiro.

“Vocês sabem, na cidade de vocês, qual a rua está esburacada. Vocês sabem qual é o lugar em que o pessoal xinga vocês. Vocês sabem quel é local em que o pessoal cobra vocês que é preciso ter uma obra”, afirmou.

“Precisamos compartilhar com as cidades o uso do dinheiro federal. Não é só daqui o presidente achar que pode gastar R$ 10 bilhões em uma obra sem ouvir os prefeitos e as prefeitas”, completou.

A plataforma “Mãos à Obra”, desenvolvida pelo Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, vai permitir o mapeamento das prioridades na retomada das obras paralisadas no país. As prefeituras poderão atualizar em um banco de dados os empreendimentos que estão paralisados ou inacabados nos municípios e que devem ser retomados.

MERENDA ESCOLAR

Segundo o ministro da Educação, Camilo Santana, os valores repassados pelo governo federal para a merenda escolar não eram reajustados havia seis anos. Nos ensinos fundamental e médio, o aumento será de 39%, nas escolas indígenas e quilombolas, o reajuste será de 35% e nas demais etapas educacionais de 28%.

“Você está saindo de um investimento de R$ 4 bilhões ao ano para R$ 5,5 bilhões em 2023”, afirmou Santana, acrescentando que o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) vai priorizar as compras de produtos da agricultura familiar.

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, que coordena as ações do governo federal, anunicou que, no próximo mês, Lula vai anunciar um programa para garantir internet de qualidade em 138 mil escolas públicas brasileiras.

“Encontrei um cara para a Casa Civil que é a minha Dilma [Rousseff] de calças, porque o bicho é competente, o bicho é trabalhador, o bicho é cobrador e não deixa ninguém me enganar”, disse Lula sobre Costa, citando a ex-presidente que foi ministra da Casa Civil em seus mandatos anteriores.