Lucro líquido recorrente do Santander Brasil cai 27,3% em 2023 em relação a 2022

204
Foto divulgação: Banco Santander

São Paulo, SP – O Santander Brasil divulgou hoje o balanço do quarto trimestre de 2023, com lucro líquido recorrente de R$ 2,204 bilhões, queda de 19,2% em relação ao terceiro trimestre de 2023 e alta de 30% em relação ao mesmo período de 2022. No ano de 2023, o lucro líquido recorrente foi de R$ 9,383 bilhões, queda de 27,7% em relação a 2022.

A receita total foi de R$ 19,535 bilhões, alta de 11% na comparação anual e de 5,4% em relação ao terceiro trimestre de 2023. No acumulado de 2023, as receitas totalizaram R$ 74,304 bilhões, 4,5% superior a 2022.

A margem financeira foi de R$ 14,055 bilhões, alta de 12% na comparação anual. Em relação a 2022, a alta foi de 4,6%

As despesas com provisões para devedores duvidosos (PDD) recuaram 7% em relação ao mesmo período de 2022, chegando a R$ 6,8 bilhões. Em relação a 2022, houve um aumento de 5,3%, fechando o ano de 2023 em R$ 25,3 bilhões.

O carteira de crédito ampliada foi de R$ 643 bilhões, alta 2,8% em relação ao mesmo período de 2022, e avanço de 9% em comparação a todo ano de 2022.

O índice de inadimplência acima de 90 dias cresceu 0,1 ponto percentual e atingiu 3,1%, mesmo valor registrado em dezembro de 2022.

As receitas com a cobrança de tarifas e prestação de serviços cresceram 8%, fechando a R$ 5,5 bilhões, e as despesas gerais cresceram 9,1% em relação ao terceiro trimestre de 2023, a R$ 6,577 bilhões. Em 2023, as despesas atingiram R$ 24,4 bilhões alta de 7,9%
em relação a 2022.