Lucro da B3 sobe 25,7% no 4º tri de 2019, a R$ 732,9 milhões

403

São Paulo – A B3 obteve lucro líquido de R$ 732,9 milhões no quarto trimestre deste ano, alta de 25,7% na comparação com o mesmo período de 2018. O lucro líquido recorrente, por sua vez, subiu 20,9% no período e somou R$ 864,5 milhões, na mesma base de comparação.

Em 2019, lucro líquido recorrente subiu 22,9% e totalizou R$ 3,237 bilhões na comparação anual. Já o lucro líquido somou R$ 2,713 bilhões, alta de 29,9% na mesma base anual.

Entre outubro e dezembro, a receita total da companhia aumentou 20,5% e atingiu R$ 1,758 bilhão, na comparação anual, enquanto a receita líquida somou R$ 1,578 bilhão, alta de 20,2% na mesma base de comparação.

O ebitda (lucro antes de juros, impostos depreciação e amortização) recorrente do período foi de R$ 1,179 bilhão, elevação de 20,2% ante o mesmo período do ano anterior. A margem ebitda recorrente alcançou 74,7%, uma alta de 518 pontos-base ante o mesmo período de 2018.

As despesas somaram R$ 656,6 milhões no trimestre, estável na comparação anual. Já as despesas ajustadas subiram 14,5% e totalizaram R$ 311,8 milhões, na mesma base de comparação.

Ao final do período, o endividamento bruto era de R$ 4,1 bilhões, sendo 45% de longo prazo e 55% de curto prazo. A alavancagem, medida pela relação endividamento bruto por ebitda recorrente, era de 1,0 vez no trimestre.